Poço Azul – Nova Redenção, Bahia, Brasil

DSC_2383

Todas as chapadas do Brasil estão na minha lista de lugares a serem visitados, mas a Chapada da Diamantina sempre foi a primeira da lista, não sei bem o motivo, talvez por conta de sua fama. O fato é que finalmente em 2012 conseguimos programar a viagem para essa área quase intocada do interior da Bahia. Um tanto a contra-gosto a Vanessa concordou com o destino. Chegando em Salvador (que não é a melhor opção se seu destino é a Chapada, por conta da distância) pegamos o carro na locadora e já caímos na estrada rumo à Andaraí, nosso primeiro destino. Por se tratar do interior da região Nordeste já estávamos nos preparando para o pior em termos de estrada, mas para nossa surpresa o trajeto de pouco mais de 400Km foi em quase sua totalidade um grata surpresa! Com excessão de um curto trecho da BR-101, todo o percurso apresentou um elevado nível de qualidade e pavimentação recente. Dessa forma foi possível manter uma boa velocidade durante quase toda a viagem. A natureza da região é realmente algo impressionante. O baixo nível de urbanização nos permitiu ver o céu mais estrelado de nossas vidas lá mesmo em Andaraí. A culinária local é outro ponto que merece destaque, como se já não bastasse o saboroso tempero baiano, especificidades regionais tornam a cozinha da Chapada da Diamantina única. Na foto, o Poço Azul, o maior sítio paleontológico submerso do Brasil, possuindo até 16 metros de profundidade e o banho é permitido. Modéstia à parte, mas essa é a melhor foto que vi até hoje do local…