Rio Moldava – Praga, República Tcheca

DSC_7468

Uma das coisas mais interessantes durante as viagens é se perder pelas ruas e caminhos desconhecidos. Isso nos força a sair do planejado e muitas vezes nos presenteia com o inesperado e com o inusitado. Essa foto foi fruto de um destes momentos, num desvio não planejado do trajeto encontramos esse acesso às margens do rio Moldava (Vltava em tcheco) com a famosa Charles Bridge ao fundo. Julho/2012.

Anúncios

Palace of Westminster – Londres, Inglaterra

DSC_4393-Edit

É notável a presença e importância que os rios têm no cotidiano da maioria das grandes cidades da Europa. Fica difícil não comparar com a realidade brasileira, ou mais especificamente com a da cidade de São Paulo. Aqui, além de todo o desrespeito com os afluentes que muitas vezes são canalizados e jogados para “debaixo do tapete” da malha urbana, os cursos principais são renegados à meros coadjuvantes do dito desenvolvimento. Ao contrário do que acontece nas cidades européias a vivência em torno das margens na capital paulista, apesar de muito presente na rotina diária, não é algo desejado. As excessivas horas semanais que passamos com o rio ao nosso lado esquerdo não é nada mais do que um inevitável entreposto entre a origem e o destino. Na foto, o Rio Tâmisa, o palácio e a ponte de Westminster. Abril/2012.

Teddy’s Lookout – Lorne, Austrália

DSC_0150

Descobrimos esse mirante através de um folheto sobre os pontos turísticos mais importantes da Great Ocean Road. Não imaginávamos que ele seria uma das melhores vistas da viagem. O acesso ao mirante é fácil, todo pavimentado, apesar de um pouco escondido e sem muita sinalização. Na foto, o resumo da vista espetacular onde o rio St. George deságua no oceano.

Tam Coc – Ninh Binh, Viet Nam

DSC_2580

Um dos passeios que fizemos a partir de Hánoi foi para a região de Ninh Binh. Essa área é conhecida como Ha Long Bay sem mar, por conta da similaridade do relevo montanhoso. A vista panorâmica da região é muito bonita, mas infelizmente no tour não vemos a paisagem de um ponto de vista tão elevado. O passeio se concentra no fundo do vale, e apesar de ser interessante não possui um visual tão deslumbrante quanto o mostrado na publicidade do passeio. Na foto, o passeio pelo rio Tam Coc a bordo de pequenos barcos.

Parlamento Nacional – Budapeste, Hungria

DSC_5681

Budapest foi formada em 1873 pela junção das cidades (ou vilarejos) Buda e Pest, unindo assim as duas margens do Rio Danúbio em uma única cidade. Existem vários lugares interessantes para serem visitados por toda a cidade, especialmente se você se interessa por locais históricos. Outro ponto positivo da cidade é o baixo custo de uma maneira geral. Quase não acreditei ao encontrar garrafas de 500ml de Hofbräuhaus München por €0,70! Hotéis e hosteis também possuem preços bem baixos quando comparados com outras capitais européias. Na foto, o parlamento nacional ao fundo e o Danúbio em primeiro plano.