Placeta Cristo de las Azucenas – Granada, Espanha

Vista da varanda do nosso Airbnb em Albaicín, centro histórico de Granada. Essa área da cidade possui muitas praças/mirantes por estar implantada num morro com vista privilegiada sobre o restante da cidade. Por ser um dos bairros mais antigos e preservados de Granada, as ruas estreitas e sinuosas são um grande desafio para o tráfego de carros, tanto que existem horários de restrição de circulação e acesso à área. Janeiro/2017.

La Alhambra – Granada, Espanha

O complexo de Alhambra inclui palácios, jardins, torres e uma fortaleza, sendo esta última a edificação mais antiga de todo o conjunto. Localizado em uma posição estratégica no topo de uma colina com vista panorâmica para a cidade de Granada, está listado como patrimônio mundial da UNESCO. Na foto, vista do jardim no entorno da fortaleza de Alcazaba. Janeiro/2017.

Mirador San Miguel Alto – Granada, Espanha

O deslocamento para Granada foi longo e relativamente cansativo mas definitivamente compensador. Partimos de Lisboa por volta das 22:00 com destino a Sevilha num ônibus noturno. Chegamos uma hora antes do previsto pois o site da EuroLines ou não considerou a diferença de fuso entre Portugal e Espanha ou não mostrou o horário de chegada local mas sim o da partida. Isso nos fez ter que esperar por uma hora até que pudéssemos retirar o carro previamente reservado (não foi possível adiantar a reserva), em suma perdemos a hora que havíamos acabado de ganhar… Depois de muito malabarismo para colocar nossas malas dentro do carro tocamos rumo à Granada com uma parada estratégica em Ronda para o café da manhã, algumas horas de turismo na cidade e almoço antes da partida. Esse desvio na rota mais rápida entre Sevilha e Granada compensaria apenas pelo trajeto em si, mas Ronda possui uma implantação ímpar e merece ser incluída no roteiro quando pela região. Chegamos em Granada no final da tarde a tempo de subirmos no mirante mais alto da cidade e sermos presenteados com esse visual incrível da foto. Janeiro/2017.