L’Hemisfèric – Valência, Espanha

O L’Hemisfèric foi o primeiro edifício inaugurado na Ciutat de les Arts i les Ciències. A estrutura e seu reflexo no espelho d’água cria uma imagem que remete a um olho gigante, especialmente à noite. Por este motivo o projeto também é conhecido como o “olho do conhecimento”. Apesar da estética bem interessante, o custo exorbitante do projeto e defeitos construtivos fizeram com que este se tornasse mais um dos vários edifícios controversos projetados por Santiago Calatrava. Maio/2012.

Anúncios

Plaza de España – Sevilha, Espanha

A Plaza de Espanã foi construída no Parque María Luisa em 1928 para a exposição Ibero-Americana de 1929. É um belo exemplo da arquitetura Espanhola com influências dos estilos Renascentista e neo-Mouro. A construção de tijolos em formato semi-cicular que delimita a área da praça é acompanhada por um canal ao longo da sua curvatura. Nele é possível fazer passeios em pequenos barcos a remo, fato que apelidou a praça de “Veneza de Sevilha”. Janeiro/2017.

Placeta Cristo de las Azucenas – Granada, Espanha

Vista da varanda do nosso Airbnb em Albaicín, centro histórico de Granada. Essa área da cidade possui muitas praças/mirantes por estar implantada num morro com vista privilegiada sobre o restante da cidade. Por ser um dos bairros mais antigos e preservados de Granada, as ruas estreitas e sinuosas são um grande desafio para o tráfego de carros, tanto que existem horários de restrição de circulação e acesso à área. Janeiro/2017.

Metropol Parasol – Sevilha, Espanha

A viagem para Sevilha me permitiu conhecer esse ícone da arquitetura que até então só conhecia por fotos durante as aulas da faculdade. A escala da estrutura é bem impressionante, especialmente para um equipamento urbano modelado através de design paramétrico. Janeiro/2017.